A “MÃE TERRA”: UM PAGANISMO FEMINISTA - Padre Paulo Ricardo

Clique aqui para comentar esta publicação





https://www.youtube.com/watch?v=YoDbHOH1WoY&feature=youtu.be


“Da Teologia da Libertação (TdL) nasceu o Relativismo. E este Relativismo teológico e religioso significou, muito concretamente, uma abolição da Cristologia.
Cristo é o ponto de partida da nossa Teologia, e Cristo - o Cristocentrismo (Cristo no centro) - é importantíssimo.
Acontece que uma vez que se entra em uma realidade de relativização das coisas, Cristo não pode mais ser o centro. Cristo não pode mais ser o ponto de referência.
Então se começa a falar de Deus em geral: Cristo começa a atrapalhar.
Há agora uma ‘religião mundial’ que aceita todas as religiões, onde todas as religiões entram dentro desse projeto. E esta religião não tem uma doutrina.
E quando se tem várias religiões, vários deuses, não é difícil enxergar aí o renascimento do paganismo.
E com esse renascimento do paganismo, temos então a Mãe Terra: um feminismo pagão, um paganismo feminista.
Então, a Mãe Terra, com seus ecologismos, a Mãe Terra, com as forças da natureza e esse neopaganismo, está por aí.
Leonardo Boff não teve medo de dar este passo, não teve medo de deixar Jesus para trás e adotar a nova religião mundial. Não teve medo de relativizar tudo.
O Cardeal Ratzinger disse: “a Teologia da Libertação só deixou ruínas”, o que nasceu foi o Relativismo, que deu origem a esse neopaganismo.
Mas ela não deixou de colocar uma herança porque, já que o relativismo era completamente vazio, o relativismo religioso precisava de um osso para roer. E o osso que o relativismo religioso pegou foi a ortopráxis, ou seja, a prática transformadora, a ‘engenharia social’.
Então, tem-se agora uma ortopráxis, ao invés de uma ortodoxia, em que se vai em direção de uma transformação e de um projeto social moderno.
Aqui, nós partimos do Cristocentrismo para o Antropocentrismo. E, agora, mergulhamos no paganismo total, na destruição do homem, onde Leonardo Boff não tem medo e nem pudor, nos seus livros ecológicos, de dizer que o homem é o câncer que está fazendo mal à Terra e que precisa ser extirpado.
Vejam como fomos indo de abismo em abismo até chegarmos ao anti-humanismo.
Tudo começou com uma vontade ingênua de valorizar o homem, mas valorizar o homem sem Cristo e sem Deus. É desvalorizá-lo e colocá-lo abaixo da própria natureza.
Se tivermos agora que escolher entre o homem e os ratos, devemos preservar a vida dos ratos e extirpar a humanidade, pois se somos nós o câncer.
Nunca a humanidade chegou a um ponto tão baixo, e este é o projeto libertador. Se isto é libertação, eu prefiro as cadeias opressoras de uma Teologia Romana.”

***
Em: “Teologia da Libertação e o pobre como lugar teológico” (aula do Padre Paulo Ricardo)

******

ROD STEWART ~ SAILING ~

Clique aqui para comentar esta publicação





A música "SAILING" (NAVEGANDO) de Rod Stewart (Roderick David Stwewart), cantor, compositor britânico, de voz áspera e rouca , foi a música de maior sucesso do álbum Atlantic Crossin lançado em 1975.
Sailing " é uma canção composta por Gavin Sutherland dos Sutherland Brothers em 1972, mais conhecida em 1975 como hit internacional por Rod Stewart .
Gavin Sutherland comentou: "A maioria das pessoas considera a música como um rapaz dizendo a sua garota que está atravessando o Atlântico para ficar com ela. Na verdade, a música não tem nada a ver com o romance ou os navios, mas, sim, um relato da odisseia espiritual da humanidade através da vida em seu caminho para a liberdade e realização com o Ser Supremo."
 

*OD-ER-IM-IS-AL e EL-OH-IM cantadas por Orionis* - Autres Dimensions

Clique aqui para comentar esta publicação



Neste áudio, na marca entre 8:50 e 9:40, o Venerável ORIONIS - Ancião dos Dias, Fundador da ORDEM DE MELQUIZEDEQUE -, canta e vibra as 5 sílabas sagradas OD-ER-IM-IS-AL e as sílabas EL-OH-IM (da palavra Elohim). Podemos então conhecer como estas sílabas ressoam e como são cantadas. 

Como disse o Lorde METATRON em sua mensagem de 15 de agosto de 2010, “cantem, quando bem lhes parecer”.


*O QUE LHES FALTA É A PAZ: NADA MAIS*

Clique aqui para comentar esta publicação


Votos do Portal dos Anjos e das Estrelas da Luz




“O QUE LHES FALTA É A PAZ: NADA MAIS.”

OMRAAM (Aïvanhov) (01.12.2012)


******

OS ANJOS - Os Nove Coros da Hierarquia Celeste

Clique aqui para comentar esta publicação




Seminário realizado em 27 de fevereiro de 2016 (Instituto Mukharajj Brasilan - IMUB)

Participação especial de Manuel J. Gandra, on-line, direto de Portugal.







HIERARQUIA CELESTE é uma expressão de origem grega reportando-se à cadeia de entidades espirituais e inefáveis, as inteligências corpóreas de Philon de Alexandria (280-220 a.C.), agentes, núncios, ou mensageiras da providência divina e intermediárias entre os mundos celeste e terrenos, as quais, numa acepção corrente, porém não totalmente legítima, são denominadas anjos. Estes excelsos e puros espíritos, não obstante o cunho hierático e manifestamente imaterial da sua presença, são figurados com corpo, ou habitando um, "pro tem", de beleza inexcedível, alado e revestido das roupagens e adereços condizentes com a respectiva natureza, posição hierárquica e função.

As 9 categorias ou coros celestes são: Serafins, Querubins, Tronos, Dominações, Virtudes, Potestades, Principados, Arcanjos e Anjos.


******


ANJO CUSTÓDIO - Entidade protetora de Portugal e do Brasil






******

CASTOR: UM ENGENHEIRO GENIAL

Clique aqui para comentar esta publicação




Os castores são conhecidos por sua habilidade natural para construir diques em rios e riachos que são os seus lares -- chamados tocas -- criando assim represas que bloqueiam a corrente de água. Para a edificação destas estruturas utilizam principalmente troncos de árvores, que derrubam com seus poderosos dentes incisivos. Apesar da grande quantidade de árvores que devastam, os castores não costumam prejudicar o ecossistema em que vivem: pelo contrário, mantêm-no saudável, pois seus diques proveem uma grande quantidade de benefícios; entre outras coisas, estas barreiras propiciam a criação de zonas úmidas, ajudam a controlar inundações e eliminam contaminantes da corrente. Porém, em ecossistemas estranhos para eles, estas modificações ao ambiente podem ser prejudiciais.



  


Castor é um gênero de roedores semi-aquáticos, da família Castoridae, nativo da América do Norte e da Europa, sendo o único gênero ainda existente dessa família, com duas espécies remanescentes: o C. fiber (castor-europeu) e o C. canadensis (castor-americano).



******





******

DESCOBERTO NINHO COM FILHOTE DE HARPIA EM PORTO SEGURO, BAHIA

Clique aqui para comentar esta publicação


 Harpia e filhote no ninho em Carajás, Pará


É a primeira vez em 10 anos que o grupo de monitoramento do ICMBio localiza um ninho com filhote de gavião-real em área de Mata Atlântica na região.

“A grande descoberta é que esse filhote especificamente era desconhecido para nós. Pode ser um indício de que a espécie, pertencente ao topo da cadeia alimentar e de difícil preservação, está conseguindo se reproduzir e aumentar a população aqui em Porto Seguro e região”.




******

VEJA TAMBÉM:

Fotos: harpia, a maior águia das Américas